quarta-feira, setembro 15, 2010

Filhos de Um Deus Maior #56

Depois das experiências apresentadas por Martin Scorsese (Bleu de Chanel) e Frank Miller (Gucci Guilty), Guy Ritchie é o terceiro cineasta que, no espaço de mês e meio, realiza um anúncio televisivo para uma reputada casa de perfumes.



E observando o produto final, ocorre dizer que esta última curta-metragem, subjugada ao Dior Homme, é a melhor da trilogia.

Com cerca de quatro minutos, Ritchie empresta o seu tom noir de marca à misteriosa troca de palavras, via telefone, entre Jude Law e um interlocutor — a princípio — desconhecido e silencioso. Tudo se revelará na espécie de twist que encerra o filme, pontuado por uma fotografia e montagem sensuais e dinâmicas.



2 comentários:

Maninha disse...

Uuhhhhh. Eu também uso Dior :)))

Sam disse...

E que achaste do spot? É suficientemente bom para te manter fiel à marca? :)