quarta-feira, março 09, 2011

Iniciativas Conjuntas #4

Sem hesitação nem pretensiosismo, afirmo que a comunidade blogger cinéfila é uma das mais dinâmicas em Portugal. Segue um exemplo.

A convite da Marta Teixeira, autora do Os Filmes da Gema, fui desafiado a enumerar dez músicas e/ou canções que representassem um filme, tendo como critério principal o meu gosto pessoal. Assim, foi este o Top 10 do Keyzer Soze's Place:

--//--



10- "A Vida Não é Um Sonho" (Requiem for a Dream); 2000; Darren Aronofsky
"Lux Aeterna" - Clint Mansell
É uma composição arrebatadora, tanto pelos seus pormenores musicais como pelo filme em que foi pela primeira vez utilizada, “personificando” a sua atmosfera depressiva. Impossível não recordar aquelas quatro atormentadas personagens enquanto ouvimos este tema.

9- "Robin Hood: Principe dos Ladrões" (Robin Hood: Prince of Thieves); 1991; Kevin Reynolds
"(Everything I Do) I Do It For You" - Bryan Adams
Um tema que marcou a minha fase de cinéfilo pré-adolescente. Eu sei que o tempo não lhe foi favorável, mas deixem-ma invocar, ok?

8- "007 - Contra Goldfinger" (Goldfinger); 1964; Guy Hamilton
"Goldfinger" - Shirley Bassey
Such a cold finger / Beckons you to enter his web of sin / But don't go in. A conjugação de esforços entre John Barry e Shirley Bassey resultou num tema que se tornou sinónimo de James Bond. Um ícone da música popular cinematográfica.

7- "Dancer in the Dark" (Dancer in the Dark); 2000; Lars von Trier
"I've Seen it All" - Björk
Bjork abunda na minha estante de discos, logo um musical por ela protagonizado e realizado por Lars von Trier constitui aliciante irresistível. Num filme de tremenda carga emocional, este tema apresenta-se como delirante e bucólico interlúdio, assim como uma fabulosa declaração de amor à vida.

6- "Mary Poppins" (Mary Poppins); 1964; Robert Stevenson
"Supercalifragilisticexpialidocious" - Julie Andrews e Dick Van Dyke
Como resistir a um tema com este título? Clássico musical da Disney, talvez um dos melhores do seu género, foi um tour de force para as vozes de Julie Andrews e Dick Van Dyke e acompanhou uma revolucionária sequência que misturava animação com imagem real.

5- "Filadélfia" (Philadelphia); 1993; Jonathan Demme
"Streets of Philadelphia" - Bruce Springsteen
Springsteen é outro artista de eleição pessoal e, por isso, sempre prestei especial atenção às suas composições para cinema, de onde se destaca este tema, sem dúvida o principal — a par da interpretação de Tom Hanks — responsável pelo sucesso permanente do filme que ilustrou.

4- "Shaft, Máfia em Nova Iorque" (Shaft); 1971; Gordon Parks
"Theme from Shaft" - Isaac Hayes
Who's the black private dick / That's a sex machine to all the chicks? / Shaft, ya, damn right! Memoravelmente composta por Isaac Hayes, transpira anos 70 e blaxpoitation por todas as notas e o seu riff inicial é universalmente reconhecível. Nunca cansa escutá-la...

3- "Cercados" (Black Hawk Down); 2001; Ridley Scott
"Barra Barra" - Rachid Taha
A pujança da voz do senegalês Baaba Maal situa-nos, quase de imediato, no continente africano devastado por eternos conflitos de índole civil e demonstra a frustração dos povos perante a incapacidade de auto-desenvolvimento. Figura cedo no filme, mas nunca sairá da memória do espectador.

2- "A Barreira Invisível" (The Thin Red Line); 1998; Terrence Malick
"Journey to the Line" - Hans Zimmer
Numa banda sonora já de si impressionante, eis nove minutos que expressam todas as emoções transmitidas pelo filme: a perda da inocência causada pela guerra, o semblante filosófico das personagens, a demência humana perante a morte e a destruição.

1- "Magnolia" (Magnolia); 1999; Paul Thomas Anderson
"Wise Up" - Aimee Man
Serve de inspiração a um dos meus maiores momentos musicais num filme não musical.
Nove personagens, todas em busca de redenção, interpretam a letra deste tema para uma das sequências melhor orquestradas nas últimas décadas.

--//--

Nota: não deixem de consultar, n'Os Filmes da Gema, as diversas escolhas enunciadas pela blogosfera cinéfila portuguesa.

Obrigado, Marta, pelo convite!

3 comentários:

ArmPauloFer disse...

E safaste-te muito bem.
Já tinha comentado mas esqueceu referir á magnifica "Wise Up" do Magnolia... mas a do Shaft foi de mestre!

Sam disse...

Obrigado Armindo!

César Paulo Salema disse...

Magnólia sempre!