segunda-feira, janeiro 09, 2012

Agenda Cinematográfica

:: 9500 CINECLUBE DE PONTA DELGADA ::

PREMIADOS CINANIMA 2011



. PRÉMIO JOVEM CINEASTA PORTUGUÊS < DE 18 ANOS

NÓS TERRA



Realização: Colectivo de Crianças da EB1 de Trás-os-Montes, Polo 3 — Ilha de Santiago, Cabo Verde.

"Vou contar essa estória..." NÓS TERRA é um filme animado, contado e vivido por meninos do interior da Ilha de Santiago. Através dos seus testemunhos, cruzam-se experiências comuns a todos os que partilham um lugar que aguarda que a chuva caia, pois o cultivo da terra é a sua fonte de riqueza e de subsistência.
_____________________________________________________________________________

. PRÉMIO JOVEM CINEASTA PORTUGUÊS > DE 18 ANOS

BATS IN THE BELFRY



Realização: João Alves.

Após uma tentativa frustrada durante o dia, Deadeye Jack tenta retomar um assalto usando a noite como cobertura. Mas, ao surpreender os donos do dinheiro, Jack interrompe uma refeição da qual se arrisca a tornar-se o prato principal.
_____________________________________________________________________________

. PRÉMIO ANTÓNIO GAIO

SEM QUERER



Realização: João Fazenda.

Uma jovem mulher recebe um postal com o quadro que o pai lhe apresentou na infância como sendo uma lição de vida. Resolve ir ao museu revê-lo tantas e tão prolongadas vezes que a tela desaparece. Terá sido um roubo banal ou demasiado desejo?
_____________________________________________________________________________

. PRÉMIO RTP2: ONDA CURTA / PRÉMIO JOSÉ ABEL

MAIS UMA VEZ!



Realizacão: T. Okruzhnova, E. Ovchinnikova, N. Pavlycheva, E. Petrova, M. Arkhipova e A. Yakhyaeva.

Um dia da infância que queremos lembrar uma vez, e outra vez...
_____________________________________________________________________________

. PRÉMIO MELHOR BANDA SONORA ORIGINAL

ARACHMANINOFF



Realização: René Lange.

Uma aranha desceu até à mesa de som. Um martelo tira o pio a aranha.
_____________________________________________________________________________

. PRÉMIO DO PÚBLICO

DANNY BOY



Realização: Marek Skrobecki.

DANNY BOY é um filme que aborda o problema social da alienação, contudo em forma de sátira social. Um jovem, claramente diferente dos demais, vagueia pelas ruas sem destino. Um dia, conhece uma jovem. Será que esta, ciente das suas diferenças, o vai rejeitar?
_____________________________________________________________________________

. PRÉMIO MELHOR CURTA-METRAGEM — FILME DE FIM DE ESTUDOS E/OU DE ESCOLA / PRÉMIO GASTON ROCH

PLAYING GHOST



Realização: Bianca Ansems.

Amy, de cinco anos de idade, e a mãe estão devastadas com a morte do pai, mas de formas muito diferentes. Enquanto a mãe se refugia na solidão e tenta manter-se fiel à sua rotina, Amy procura uma fuga mágica mas que também tem os seus perigos.
_____________________________________________________________________________

. PRÉMIO ESPECIAL DO JÚRI / PRÉMIO RTP2: ONDA CURTA

AS CORDAS DE MUYBRIDGE



Realização: Pawel Debski.

Será que podemos parar o tempo? Será que podemos fazer com que o tempo volte atrás? Este filme é uma meditação sobre este tema, colocando em contraste o mundo do fotógrafo Eadweard Muybridge — que, em 1878, fotografou com sucesso as diferentes fases do galope de um cavalo — e o de uma mãe, que, ao tomar consciência do crescimento da filha, se apercebe que ela lhe foge por entre as mãos.
_____________________________________________________________________________

. GRANDE PRÉMIO CINANIMA 2011

O INQUILINO



Realização: Jason Carpenter.

Um menino é deixado em casa de uma mulher idosa para passar o dia. A casa fica no meio de um campos de ervas daninhas e peras que apodrecem. Um homem solitário, que tem aí um quarto alugado, acrescenta um ar mais assustador ao ambiente. A morte de uma galinha faz com que essa casa de acolhimento seja um local cruel e estranho para o menino, que aprende que o carinho pode ser manifestado de formas inesperadas.
_____________________________________________________________________________

. PRÉMIO MELHOR CURTA-METRAGEM — até 5 minutos / PRÉMIO ALVES COSTA

KUBLA KHAN



Realização: Joan Gratz.

Interpretação animada de um poema de Samuel Taylor Coleridge, de 1797. A sua "visão num sonho" foi escrita sob a influência do ópio.
_____________________________________________________________________________

. PRÉMIO MELHOR CURTA-METRAGEM — mais de 5 até 25 minutos

SEGUNDA MÃO



Realização: Isaac King.

Prefere poupar tempo ou guardar coisas? O filme analisa a desigualdade e desperdício criados pelas obsessões dos tempos modernos.

Hoje, pelas 21h30, no Cine Solmar — Entrada livre.

Sem comentários: