quinta-feira, junho 28, 2012

Jukebox #31

(«Jukebox»: boa música e os videoclips mais criativos do ponto de vista cinematográfico).

. Lana Del Rey, «National Anthem»



Na busca do estatuto de ícone da música pop, e "embrulhada" num visual Instagram a simular o formato de filme Super 8, Lana Del Rey enverga as imagens de Marilyn Monroe e Jacqueline Kennedy, ironiza a actual "realidade racial" da Casa Branca ao escolher o rapper A$AP como John Fitzgerald Kennedy e sugere, talvez paradoxalmente, a ascensão e queda de uma elite culturalmente diversificada.

Entretanto, e com todo o mediatismo que este videoclip tem suscitado, compreendemos que quando Lana Del Rey canta «Money is the reason we exist / Everybody knows it, it's a fact», está a confirmar como o dinheiro, de facto, é o seu "hino nacional" criativo.



Caso não sejam detractores da opção artística exibida por Lana Del Rey, nada como consultar o seu elogio e defesa neste blog vizinho.

4 comentários:

ArmPauloFer disse...

É um video mesmo magnifico. Consegue até tornar a canção melhor...

Inês Moreira Santos disse...

Tu já sabes a minha opinião sobre a Lana e, em concreto, sobre este clip. Não me convenceu, tal como ela continua a não me convencer. E começa logo pela música em si, que está longe de chegar perto dos meus gostos. Mas isso são isso mesmo, gostos.
Relativamente ao vídeo, pretensiosismo não lhe falta.
Parece querer destacar-se por algo que, afinal, não é assim tão original. Lembremo-nos, por exemplo, de Marilyn Manson em Coma White, onde encenou igualmente a morte de Kennedy.
Conclusão, acho que, como bem referes, «Money is the reason we exist / Everybody knows it, it's a fact». O dinheiro é, de facto, tudo para ela.

Mas como já disse, pode ser também uma questão de gosto. Eu não gosto.
Merece o destaque, de tão controverso que pode ser.

Cumprimentos cinéfilos :*

Sam disse...

ArmPauloFer, nem o tema nem o videoclip me convencem de não estarmos perante um fenómeno musical passageiro...

Sam disse...

Inês, realmente, estava para citar o Coma White :)

Aqui, apenas consigo elogiar a tentativa de se fazer algo diferente no universo pop. Mas tal não significa que seja bem sucedido...

:*