quinta-feira, março 07, 2013

O Cinema dos Anos 2000: Mundo Fantasma, de Terry Zwigoff




O "mundo fantasma" de Daniel Clowes (argumentista e autor da graphic novel em que o filme se baseia) é precisamente aquele que o travelling inicial deixa antever: uma visão de exagerada mas palpável e credível apatia social, intercruzada pela visão da protagonista, Enid, a dançar ao som do (numa improvável selecção musical...) rock indiano de Mohammed Rafi. Cedo nos apercebemos, portanto, que o desvio à norma, em todos os seus quadrantes (com a sociedade e a tradição norte-americanas em destaque) é o cerne de MUNDO FANTASMA, o qual, nesse âmbito, revela-se do melhor que os anos 2000 nos proporcionaram cinematograficamente.

Enid (Thora Birch no papel da sua vida para, logo a seguir, desaparecer das vistas do grande público) e Seymour (Steve Buscemi) são os dois protagonistas, "falhados da vida" e incapazes de se relacionarem com 99% da humanidade, cujas atitudes não estão isentas de repreensão nem de condescendência. Mas em toda a sua ironia, MUNDO FANTASMA nunca impede a identificação do espectador com aquele constante descontentamento, que apenas encontra alívio no Blues dos anos 50 e 60 do século passado e a possibilidade de uma redenção através do amor, seja ele ditoso ou não.

Puramente indie e repleto de humor inteligente (num sentido inteiramente distinto de "intelectual", pois não será necessário saber quem foram Skip James ou Lionel Belasco para compreender o sarcasmo de algumas situações), MUNDO FANTASMA destaca-se do Cinema dos anos 2000 pela capacidade de apreender o sentimento geral da sua era, colocando o estado de espírito de adultos e adolescentes num mesmo plano de incerteza perante o futuro e a vida.

por Samuel Andrade.

Elenco
. Thora Birch (Enid), Scarlett Johansson (Rebecca), Steve Buscemi (Seymour), Brad Renfro (Josh), Pat Healy (John Ellis), Illeana Douglas (Roberta Allsworth), Bob Balaban (pai de Enid)


Palmarés
. Festival Internacional de Karlovy Vary: Prémio Ecuménico do Júri
. Independent Spirit Awards: Melhor Actor Secundário (Steve Buscemi), Melhor Primeiro Argumento (Daniel Clowes e Terry Zwigoff)
. Festival Internacional de Seattle: Melhor Actriz (Thora Birch)


Graphic novels e o Cinema dos Anos 2000

A última década foi palco da adesão definitiva à graphic novel enquanto fonte de inspiração para o grande ecrã, e não necessariamente as dedicadas aos super-heróis. Os casos especiais de AMERICAN SPLENDOR (2003, Shari Springer Berman e Robert Pulcini), SIN CITY — A CIDADE DO PECADO (2005, Robert Rodriguez), UMA HISTÓRIA DE VIOLÊNCIA (2005, David Cronenberg) e SCOTT PILGRIM CONTRA O MUNDO (2010, Edgar Wright) — todos eles serão abordados na presente iniciativa — demonstram a união do realismo desenhado com genuíno drama cinematográfico.




Sem comentários: