quinta-feira, dezembro 06, 2007

Be Kind, Rewind — versão Internet



Não tem sido presença assídua, neste blogue, referências a sites promocionais de Cinema. De facto, nos últimos tempos, essa "honra" tem pertencido à campanha viral criada em torno da (ainda longínqua) estreia de THE DARK KNIGHT. Contudo, recentemente surgiu um conceito on-line que merece um notório lugar de destaque aqui no Keyzer Soze's Place...

No site oficial da última "loucura" de Michel Gondry, BE KIND, REWIND, os protagonistas Jack Black e Mos Def imploram a ajuda dos fãs na tarefa de reinventar a Internet.

A premissa do site é baseada no inusitado argumento do filme, no qual Jerry (personificado por Black), funcionário de um aterro sanitário, fracassa num plano de sabotagem do seu próprio local de trabalho e, inadvertidamente, cria um campo de forças electromagnéticas em seu redor. Consequência (ou será desastre?) principal: esta nova característica do seu corpo provoca a literal eliminação de todas as cassetes disponíveis no videoclube do seu melhor amigo Mike, forçando-os a recriarem alguns dos títulos mais conhecidos no catálogo do estabelecimento, utilizando para tal os recursos mais ordinários do dia-a-dia (pontas de feltro e lixo reciclado) até às tecnologias mais óbvias (câmaras digitais).

Assim, este conceito é transposto para o site — apelidado de sweding —, e que possibilita aos visitantes inserirem imagens de endereços web, para então serem "amadoramente" recriadas. Até ao momento, já se pode mirar desde uma versão do Google até à inclusão de alguns blogues reputados.

Para além do guia para o sweding, do trailer oficial do filme e variados downloads, a referência maior vai para a opção "Swede Yourself". Aqui, um visitante pode escolher de entre meia dúzia de títulos, como PESADELO EM ELM STREET ou HORA DE PONTA, e incluir a sua própria headshot nos posters desses filmes.

Sem comentários: