quinta-feira, janeiro 15, 2009

Festival de Sundance 2009



Inicia-se hoje a edição de 2009 do conceituado Festival de Sundance - uma montra privilegiada para o melhor cinema de produção norte-americana e mundial que irá durar até ao dia 25 do corrente mês.

Entre antestreias e filmes em competição, passo a frisar dez títulos de relevo, seleccionados do extenso programa do Festival:

ADVENTURELAND, de Greg Mottola



Os sonhos de um jovem recém-graduado em viajar pela Europa durante o Verão são despedaçados pela ausência de apoio financeiro dos seus pais. Em contrapartida, arranja emprego temporário num parque de diversões gerido um grupo de excêntricos, onde encontra desde funcionários incompetentes até ao encontro de um interesse romântico que surge "sob a forma" de Kristen Stewart (a protagonista de CREPÚSCULO). Um elenco sólido e com um realizador detentor de uma filmografia sólida (SUPER BALDAS), é uma comédia com argumentos suficientes para captar a atenção, este ano, de muitos cinéfilos.

BIG FAN, de Robert Siegel



Robert Siegel, "fresco" do sucesso obtido enquanto argumentista de THE WRESTLER, assina e realiza a história de um empregado de estacionamento que se auto-proclama como o maior fã mundial dos New York Giants. Mas o desentendimento com um dos melhores jogadores da equipa de basebol irá obrigá-lo a testar essa devoção ao extremo. Patton Oswalt, reputado humorista de stand-up norte-americano, interpreta o principal papel, na busca do impulso definitivo na sua carreira em Hollywood.

BLACK DYNAMITE, de Scott Sanders



Uma homenagem "descarada" ao género blaxpoitation dos anos 70, Black Dynamite (Michael Jai White, que interpretou o vilão Gambol em THE DARK KNIGHT – O CAVALEIRO DAS TREVAS) é o homem de quem uma cidade inteira depende para a existência de paz e justiça. Desta vez, entra em acção contra «The Man», um gangster que lhe assassinou o irmão, faz circular heroína nos orfanatos locais e inundou o gueto com whisky de malte adulterado. A premissa é quase incredível, mas ninguém pode negar o potencial de entretenimento que este título contém.

BRIEF INTERVIEWS WITH HIDEOUS MEN, de John Krasinski



A adaptação e compilação de uma série de contos, assinados por David Foster Wallace, transformadas na história de Sara que enceta uma série de entrevistas a homens, conhecendo, nesse processo, a natureza da "facção" masculina da espécie humana e obtendo mais do que a início tinha planeado... Drama repleto de negro e perturbante humor, apresenta-se como uma complexa observação do eterno duelo entre homens e mulheres. Realce para a interpretação de Julianne Nicholson, que tem gerado buzz favorável.

BROOKLYN'S FINEST, de Antoine Fuqua



Um drama sobre a linha ténue que separa as forças policiais das malhas da corrupção, Antoine Fuqua [realizador de DIA DE TREINO (2001) e O ATIRADOR (2007)] reune um excelente cast — Richard Gere, Ethan Hawke, Don Cheadle, Wesley Snipes, entre outros — para adornar uma história de ambiente e tom semelhantes a CRASH, com histórias paralelas e encontros fortuitos no seio de uma grande metrópole, que potencialmente irá agradar ao apreciador de dramas de acção que reside em todos nós.

DEAD SNOW, de Tommy Wirkola



Oito jovens noruegueses planeiam desfrutar um período de férias dedicado à prática de snowboard. Ao regozijarem-se com as perspectivas financeiras da descoberta de uma caixa repleta de ouro nazi, guardado nas montanhas onde decidem acantonar, o grupo não esperaria que alguém viesse reclamar o tesouro… sobretudo, soldados “nazis-zombies”! Aproveitando a nova vaga de cinema de terror escandinavo (tendo LET THE RIGHT ONE IN como principal exemplo) e ostentando poderosos valores de produção, esta é uma das propostas mais cativantes do cinema europeu para 2009.

I LOVE YOU PHILIP MORRIS, de Glenn Ficarra e John Requa



Baseado na história verídica da relação amorosa entre um prisioneiro chamado Philip Morris e Steven Russell, que de reputado chefe de vendas passou a icónico impostor e golpista, o filme tem gerado significante controvérsia, sobretudo pela perspectiva de cenas homossexuais entre actores de primeira linha: Jim Carrey, Ewan McGregor e Rodrigo Santoro. Escrito e realizado pela mesma dupla que concebeu BAD SANTA – O ANTI-PAI NATAL (2003), obra merecedora de maior crédito do que recebeu, o buzz atribui especial atenção à "química perfeita" existente entre Carrey e McGregor.

THE INFORMERS, de Gregor Jordan



Quem não estará interessado em acompanhar cada novo projecto em que Mickey Rourke se envolve desde o seu ressurgimento dos últimos tempos? Com argumento de Bret Easton Ellis (escritor de PSICOPATA AMERICANO), adaptando o seu livro de contos OS CONFIDENTES, estamos perante uma versão temerosa dos anos 80, onde o "tudo" era "pouco", numa sociedade em que a falência moral ditava as regras. Elenco preenchido por nomes como Kim Basinger, Billy Bob Thornton e Winona Ryder, este THE INFORMERS aparenta ser um titulo a não perder nos próximos meses.

MOON, de Duncan Jones



Sam Rockwell é contratado, pela empresa Lunar, para explorar gás natural na Lua, uma solução que poderá resolver a crise energética do planeta. Completamente isolado, começa a sofrer de alucinações que resultam em situações de risco para a sua vida — e a empresa que o contratou é um dos suspeitos para esta sua condição. Primeira incursão no grande ecrã de Duncan Jones, reputado videoclipper e filho de David Bowie, MOON foi concebido de raiz para o multifacetado Rockwell e catalogado como um thriller metafísico de ficção-científica, na "onda" de SOLARIS e 2001 - ODISSEIA NO ESPAÇO.

WHEN YOU'RE STRANGE, de Tom DiCillo



Descrito como um biopic ao invés de uma nostálgica viagem ao passado, este documentário encontra-se referido como um retrato inspirado dos lendários The Doors e do seu vocalista, Jim Morrison. A sinopse indica-o como um tributo acutilante à música e individualidade de uma geração inteira. Uma estreia auspiciosa de Tom DiCillo [UM REALIZADOR EM APUROS (1995)] nos meandros do documentário?

Imagens obtidas através do site oficial do Festival.


3 comentários:

Filipe Machado disse...

Pela amostra, parece que vamos ter grandes filmes em 2009!

Fernando Ribeiro disse...

Este é um festival que me chama muito a atenção. E pelo programa deste ano, parece-me existirem filmes muito interessantes. Ainda bem!

Abraço.

Fifeco disse...

Pelo que já li, "este ano é que vai ser"... Parece-me que existe uma excelente mostra. Tenho imensa curiosidade para ver alguns dos projectos.

Abraço