domingo, fevereiro 27, 2011

Em contagem decrescente para os Óscares...



... e a poucas horas da cerimónia, chegam as habituais previsões do Keyzer Soze's Place no que toca aos vencedores da "noite mais longa do Cinema".

Seguem-se, sem mais demoras, as minhas considerações (ou previsões, como preferirem) relativamente aos veredictos finais:

Melhor Filme:


Quem irá ganhar?: O DISCURSO DO REI, fruto de uma popularidade crescente e iniciada após importantes vitórias nos BAFTA, Directors' Guild of America e Producers Guild of America.
Quem deveria ganhar?: TOY STORY 3, que não só faria história ao tornar-se na primeira obra de animação a vencer a categoria, como é o nomeado que apresentou mais coesão, surpresa, qualidade e satisfação em 2010.
Quem poderá surpreender?: Inegavelmente, A REDE SOCIAL. Sobretudo se tivermos em conta os 123(!) prémios que recebeu de organizações e associações de crítica um pouco por todo o mundo (não verifiquei, mas devemos estar perante um recorde...)

Melhor Realizador:


Quem irá ganhar?: David Fincher, por A REDE SOCIAL, no que será uma espécie de homenagem "prematura" à sua curta mas positiva carreira.
Quem deveria ganhar?: Darren Aronofsky, por CISNE NEGRO, pela sua demonstração equitativa de competência na direcção de actores e concepção estética.
Quem poderá surpreender?: Tom Hooper, se a Academia aderir ao hype crescente de O DISCURSO DO REI.

Melhor Actor Principal:


Quem irá ganhar?: Colin Firth, por O DISCURSO DO REI, deverá receber o Óscar que a Academia lhe deve desde o ano passado.
Quem deveria ganhar?: Colin Firth, que em O DISCURSO DO REI, e de entre os nomeados, patenteou um magistral equilíbrio de contenção e frustração.
Quem poderá surpreender?: Jeff Bridges, por INDOMÁVEL. Muito estimado pelos seus pares, não seria de estranhar que o quisessem incluir naquele restrito grupo de actores que conquistou a estatueta em dois anos seguidos. Se ocorrer um absoluto domínio de A REDE SOCIAL, então Jesse Eisenberg tornar-se-á no mais jovem vencedor de sempre a arrecadar o Oscar de Melhor Actor.

Melhor Actriz Principal:


Quem irá ganhar?: Natalie Portman, por CISNE NEGRO, parece ser a aposta mais segura para a cerimónia desta noite.
Quem deveria ganhar?: Natalie Portman, assombrosa em CISNE NEGRO. E pouco resta a acrescentar.
Quem poderá surpreender?: Annette Bening, por OS MIÚDOS ESTÃO BEM, se a Academia decidir celebrar uma carreira com mais de 20 anos de actividade e quatro nomeações.

Melhor Actor Secundário:


Quem irá ganhar?: Christian Bale, por THE FIGHTER — ÚLTIMO ROUND, tanto pela transformação física que aqui empreendeu, como pelo facto de ser um dos principais atractivos do filme.
Quem deveria ganhar?: John Hawkes, um anti-herói imprevisível e de grande intensidade em DESPOJOS DE INVERNO.
Quem poderá surpreender?: Geoffrey Rush, se a noite pertencer a O DISCURSO DO REI.

Melhor Actriz Secundária:


Quem irá ganhar?: Melissa Leo, por THE FIGHTER — O ÚLTIMO ROUND. Beneficia de um enorme Oscar buzz, alguns prémios sonantes (Globo de Ouro, várias associações de crítica) e é um dos principais atractivos do filme pelo qual está nomeada.
Quem deveria ganhar?: Jacki Weaver, por ANIMAL KINGDOM, uma figura maternal assustadora capaz de rivalizar com a de Mo'Nique, no ano passado, em PRECIOUS.
Quem poderá surpreender?: Helena Bonham Carter, com um BAFTA recentemente conquistado, será beneficiada se O DISCURSO DO REI revelar-se um "papa-Óscares".

Nota final: este ano, e ao contrário das anteriores edições, não haverá cobertura "ao vivo" no blogue, mas anúncios dos vencedores e respectivas observações podem ser acompanhadas via Facebook e/ou Twitter. Uma boa noite dos Oscars para todos(as)!

2 comentários:

Iceberg disse...

falhaste uma previsão só...
de resto, estava mais que visto quem iria ganhar (pelo menos de acordo com a crítica especializada)

abraços

Sam disse...

Sim, a minha única surpresa foi a ausência de entretenimento da cerimónia... :/

Abraço!