quarta-feira, janeiro 25, 2012

Theo Angelopoulos (1935 — 2012)



"In dealing with borders, boundaries, the mixing of languages and cultures today, I am trying to seek a new humanism, a new way."



Autor contemplativo e, amiúde, de cariz político, destacam-se na obra do principal representante do cinema helénico filmes como THE TRAVELLING PLAYERS (1975), VOYAGE TO CYTHERA (1984), O PASSO SUSPENSO DA CEGONHA (1991) e A ETERNIDADE E UM DIA (1995).

Faleceu ontem, em Atenas, vítima de acidente de viação.

2 comentários:

O Narrador Subjectivo disse...

Uma pena, um dos meus realizadores preferidos, um verdadeiro artista, uma grande perda para a humanidade :(

Sam disse...

Sem dúvida, uma grande perda para o Cinema Europeu.