quinta-feira, agosto 30, 2012

A "Polémica" do Mês #15

Como a blogosfera cinéfila nacional divergiu, este mês, sobre O CAVALEIRO DAS TREVAS RENASCE, de Christopher Nolan.





«Esta é a saga de Nolan, a interpretação do cineasta ao personagem, e, no terceiro filme, o realizador mostra-se fiel a si próprio, procurando respeitar alguns dos elementos da banda-desenhada, mas sempre tendo em vista encerrar esta sua interpretação do personagem.»
Aníbal Santiago, Rick's Cinema.



«RISES continua, como é devido, na linha dos seus anteriores, e nesse sentido dificilmente seria um marco, até porque tudo que traz, já o seu predecessor tinha feito e, na minha opinião, até melhor.»
Loot, Altenative Prison.



«O que dizer do "grande realizador do momento" quando este falha algumas regras básicas (essenciais) da feitura de um filme? Nolan e o seu irmão Jonathan confundem complicação e a demanda pelo efeito com complexidade e inteligência.»
João Lameira, À Pala de Walsh.

2 comentários:

Jubylee disse...

Para mim é o melhor dos 3, sem dúvida. Não achei nada confuso, aliás, achei até muito bem construído. Mas pronto, é uma opinião :)

Loot disse...

Eu depois de ver este fui ver os outros 2 em casa e não só mantenho a minha opinião como a reforço, o 2 é o meu predilecto :)
Pela história do filme e claro pelo Joker. É também o mais negro, o mais trágico e já aqui tinha sentido falta de uma maior sujidade, aspecto que o João Lameiras salientou nesta sua crítica.

Gosto dos filmes do Nolan acho que é um realizador com qualidade e nunca lhe vi um filme do qual não gostasse, mas o senhor também tem os seus defeitos, como é normal. Se nos outros dois Batman's não liguei muito a esses defeitos neste foi mais difícil, acho que ele esticou demais a corda, seja nas coincidências, na repetição ou nos fracas escolhas das personagens. Não é que a história seja confusa, às vezes pode dar a ilusão de que vai ser um argumento complicado pela forma rápida que ele o conta, mas na realidade é tudo relativamente simples, veja-se inception.
Até acho que ele usa isto para não se notarem os buracos no argumento que estão lá.

É um filme que provavelmente ganha ainda mais na director's cut o filme é supostamente maior e isso nota-se, no entanto não acredito que isso corrigisse tudo, há falhas que são intrínsecas à história.

Claro que nada disto me impede de ir ver o filme uma segunda vez e delirar com os seus grandes momentos, que os tem. Gosto do filme e gosto muito desta trilogia Batman.

Voltando ao texto do João, também estou muito curioso em ver como isto tudo vai envelhecer, não só os filmes de Nolan. Há tantos clássicos que adoramos hoje em dia e foram fracassos no seu tempo, e vice versa. No caso de Nolan aposto que o inception vai perder pontos e o dark knight mantê-los, nem que seja por causa da prestação memorável do Ledger que é realmente um marco no género :P

Ah e já quase me esquecia, obrigado pela inclusão neste espaço que gosto muito.

Abraços