quinta-feira, novembro 22, 2012

Quando o Cinema Se Demarca das Outras Artes #1

Em MULHOLLAND DRIVE (2001), de David Lynch.



Toda a ilusão do Cinema, capaz de nos transportar através de eras, dimensões e percepções diversas, condensada num único travelling out de 50 segundos:

















[in motion]

4 comentários:

Inês Moreira Santos disse...

Excelente destaque, Sam.

Cumprimentos cinéfilos :*

António Tavares de Figueiredo disse...

Fantástico apontamento!

Cumprimentos cinéfilos,
António Tavares de Figueiredo
http://matinee-portuense.blogspot.pt/

Sam disse...

Obrigado, Inês :) :*

Sam disse...

Obrigado, António.

E parabéns pelo Matinée Portuense, confesso que só o descobri recentemente. Estarei atento ao vosso trabalho :)

Cumps cinéfilos.