domingo, maio 24, 2009

Festival de Cannes 2009 — Dia 11



MAP OF THE SOUNDS OF TOKYO, presente na selecção oficial do Festival, assinala a estreia da realizadora espanhola Isabel Coixet em Cannes. O filme, protagonizado por Sergi López e Rinko Kikuchi, narra a vida dupla de Ryu, uma rapariga solitária que trabalha num mercado de peixe de Tóquio e que aceita, esporadicamente, uns biscates como assassina profissional. Esta existência é-nos apresentada pelos olhos de um técnico de som, fascinado por Ryu e pelas sonâncias da metrópole japonesa.



Coixet confessou aos jornalistas o seu amor por Tóquio e pela Sétima Arte, mas o público e a crítica na Côte D'Azur não demonstrou sentimentos recíprocos. A recepção a MAP OF THE SOUNDS OF TOKYO foi extremamente morna, e são poucos os que acreditam no seu sucesso aquando das decisões finais. Questionada acerca desse seu fascínio pela cultura nipónica, a realizadora afirmou que «na primeira vez que visitei o Japão, há cerca de 15 anos atrás, senti-me muito em casa.» E o seu significado também ficou expresso na conferência de imprensa: «Estou mais interessada em explorar as semelhanças culturais do que as diferenças».

Rinko Kikuchi cumprimenta Sergi López de forma original

--//--

Tsai Ming-Liang, cineasta nativo da Malásia, concorre pela terceira vez à Palma de Ouro com VISAGE, a história de um realizador chinês que se desloca a Paris para filmar, no Louvre, a mitologia da figura bíblica Salomé.



De facto, não se pode afirmar que o último dia de projecções será memorável. VISAGE não foi recebido calorosamente (mais uma vez, verificou-se o 'fenómeno' das saídas extemporâneas a meio do filme) e a crítica refere, com insistência, a preferência de Ming-Liang pelo visual atraente em detrimento de um bom argumento ou desenvolvimento das personagens. «[No Louvre] descobri o quadro de São João Baptista, por Leonardo Da Vinci, e fiquei emocionado, assombrado mesmo», afirmou o realizador na conferência de imprensa, explicando a origem do projecto. «Esta descoberta levou-me à exploração da personagem de Salomé».

Laetitia Casta, a musa de Tsai Ming-Liang em VISAGE

NB: amanhã, último dia do Festival e das grandes decisões...

Sem comentários: