quinta-feira, dezembro 17, 2009

Jennifer Jones (1919 - 2009)



«My mother told me never explain, never complain. Even as a young actress, I determined I would never give personal interviews, since they made me so uncomfortable.»

Foi uma das actrizes mais emblemáticas dos anos 40. Soube aliar o natural ao social: algum talento, muita beleza e o seu matrimónio com o produtor David O. Selznick tornou-a numa das principais estrelas da sua época. Contudo, a fama de Jennifer Jones nunca alcançou estatuto idêntico ao de algumas contemporâneas suas, como Bette Davis ou Ingrid Bergman.

Vencedora de um Óscar por A CANÇÃO DE BERNARDETTE (1943), Jennifer Jones participou em alguns dos títulos mais importantes daquela era, como foram os casos de CARTAS DE AMOR (1945) e DUELO AO SOL (1946). Numa filmografia esparsa, contam-se ainda AS VIRGENS DE WIMPOLE STREET (1957) e A TORRE DO INFERNO (1974), o seu último papel no grande ecrã.

Faleceu hoje, aos 90 anos, de causas naturais.

1 comentário:

Maninha disse...

never explain, never complain = smart girl :)