sábado, março 06, 2010

Em contagem decrescente para os Óscares...



... e a um dia da cerimónia, chegam as habituais previsões do Keyzer Soze's Place no que toca aos vencedores da "noite mais longa do Cinema".

Seguem-se, sem mais demoras, as minhas considerações (ou previsões, como preferirem) relativamente aos veredictos finais:

Melhor Filme:


Quem irá ganhar?: ESTADO DE GUERRA, puro entretenimento com argumento coeso e interpretações à altura dos atributos técnicos do filme. Que mais se pode pedir de um candidato?
Quem deveria ganhar?: ESTADO DE GUERRA, pelos motivos acima indicados.
Quem poderá surpreender?: AVATAR assume-se como grande adversário, estatuto motivado pelos seus fabulosos resultados de bilheteira, inovação tecnológica e poderosa máquina de marketing. SACANAS SEM LEI (para uma consagração de Tarantino?) e PRECIOUS (o filme independente mais premiado do ano, sem esquecer o 'lobby' Oprah Winfrey que lhe está associado) são títulos a ter em conta nesta corrida.

Melhor Realizador:


Quem irá ganhar?: Kathryn Bigelow, por ESTADO DE GUERRA, poderá fazer história durante a madrugada do próximo Domingo, ao tornar-se na primeira mulher a arrecadar a estatueta nesta categoria.
Quem deveria ganhar?: Kathryn Bigelow, por ESTADO DE GUERRA. O filme que representa merece ser o grande vencedor da 82ª edição dos Prémios da Academia.
Quem poderá surpreender?: James Cameron, por AVATAR, tem fortes possibilidades de levar a melhor sobre a sua ex-mulher. E não descuremos as hipóteses de Quentin Tarantino se "uns tais" SACANAS SEM LEI dominarem a cerimónia.

Melhor Actor Principal:


Quem irá ganhar?: Jeff Bridges, por CRAZY HEART, deverá receber o primeiro Óscar da sua carreira.
Quem deveria ganhar?: Colin Firth, por UM HOMEM SINGULAR, naquela que foi uma das interpretações mais assombrosas de 2009 e num filme meritório de todo e qualquer prémio.
Quem poderá surpreender?: George Clooney, por NAS NUVENS, é o mais sério candidato a intrometer-se na luta «Bridges versus Firth».

Melhor Actriz Principal:


Quem irá ganhar?: Sandra Bullock, por THE BLIND SIDE, surge como a melhor posicionada para a vitória, hipótese sustentada pelo Globo de Ouro e o prémio de Melhor Actriz do Screen Actors Guild que recentemente conquistou.
Quem deveria ganhar?: Gabourey Sidibe, por PRECIOUS, seria o reconhecimento do grande desempenho desta estreante de vinte e seis anos.
Quem poderá surpreender?: Meryl Streep, por JULIE & JULIA, tem aqui uma grande chance de diminuir o "rácio" negativo (dois Óscares em dezasseis nomeações) que possui na Academia.

Melhor Actor Secundário:


Quem irá ganhar?: Christoph Waltz, por SACANAS SEM LEI, apresenta-se como a aposta mais segura. Um fabuloso desempenho multifacetado e multilingue, tem arrebatado público, crítica e, claro, cerimónias de atribuição de prémios. Os Óscares não serão excepção.
Quem deveria ganhar?: Christoph Waltz, por SACANAS SEM LEI. Conceber um nazi caçador de judeus charmoso e gerador de empatia no público não será argumento suficiente para o galardão?
Quem poderá surpreender?: Stanley Tucci, por VISTO DO CÉU, caso a Academia decida premiar um actor norte-americano. As atenções também estão viradas para o hipotético "voto de simpatia" em Christopher Plummer, por THE LAST STATION.

Melhor Actriz Secundária:


Quem irá ganhar?: Mo'Nique, por PRECIOUS, apresentou o ser mais execrável que surgiu no grande ecrã em 2009. Um registo destes, tão díspar da veia cómica da actriz, tem de ser premiado.
Quem deveria ganhar?: Mo'Nique, por PRECIOUS. E pouco mais tenho a acrescentar.
Quem poderá surpreender?: Anna Kendrick, por NAS NUVENS, assume-se como a principal runner-up nesta categoria, caso os votantes prefiram uma interpretação mais suave.

Melhor Filme Estrangeiro:


Quem irá ganhar?: A FITA BRANCA, de Michael Haneke, conheceu um percurso notável ao longo de 2009 e início de 2010: desde o Festival de Cannes até aos Globos de Ouro, só somou vitórias.
Quem deveria ganhar?: E A FITA BRANCA é, de facto, um excelente filme.
Quem poderá surpreender?: UM PROFETA, de Jacques Audiard, surge como o grande adversário ao conto moral de Haneke. LA TETA ASUSTADA, de Claudia Llosa (vencedora do Urso de Ouro no Festival de Berlim 2009), é outro título a não desprezar, num Óscar que sempre se configura imprevisível.

Melhor Filme de Animação:


Quem irá ganhar?: UP — ALTAMENTE! perpetuará, com justiça, o domínio quase absoluto da parceria Disney/Pixar nesta categoria.
Quem deveria ganhar?: CORALINE E A PORTA SECRETA apresentou um conceito e maturidade narrativa magníficos que a Academia poderá querer reconhecer.
Quem poderá surpreender?: THE SECRET OF KELLS apanhou meio mundo de surpresa ao alcançar a nomeação. Será este o shocker do ano?

2 comentários:

Maninha disse...

poxa, sam, só não acertaste no melhor filme estrangeiro. isso é q é perceber do ofício :)

Sam disse...

Pois foi. E obrigado pelo elogio! :)

Mas, de facto, a categoria de Filme Estrangeiro tem regras de votação diferente de todas as outras. Talvez por isso, o meu prognóstico tenha saído "furado"...

Bjs.