quarta-feira, janeiro 16, 2008

Globos de Ouro (mal polido...)



A ausência de espectáculo com que os vencedores dos Globos de Ouro foram anunciados (aliada a um período atipicamente conturbado no que à minha carreira profissional se refere) levou-me a que não tenha dado, neste espaço e no timing adequado, o destaque a quem foi merecidamente galardoado ou injustamente esquecido.

Passados que estão três dias desde a "conferência de imprensa" que serviu de plataforma de anúncio para as derradeiras escolhas da Imprensa Estrangeira de Hollywood, e com a blogosfera cinéfila nacional absolutamente a par dos acontecimentos, pouco mais tenho a acrescentar que não seja a indicação do link no IMDB onde os mais distraídos podem consultar os resultados.

No entanto, não queria encerrar este assunto sem referir a expectativa que sinto acerca do destino da cerimónia dos Óscares que se aproxima (é já no dia 24 de Fevereiro). Rio-me só de pensar no surreal que seria ver o presidente da Academia, sentado numa mesa e perante centenas de jornalistas aquando da conferência de imprensa "substituta-da-cerimónia", a proferir, pomposamente, a frase And the winner is...

Nem na pior ficção...

Sem comentários: