quarta-feira, maio 21, 2008

Festival de Cannes - O dia de Clint Eastwood

Mais um triunfo para o septuagenário cineasta norte-americano.

Cinco anos depois da estreia, durante o Festival, de MYSTIC RIVER (2003) e já possuidor de uma Palma de Ouro por BIRD - O FIM DE UM SONHO (1988), foi ontem exibido o seu mais recente título, CHANGELING. Baseado na história real de uma criança desaparecida que causou sensação na imprensa norte-americana durante os anos 20 e com Angelina Jolie no principal papel, o filme tem merecido os mais rasgados elogios pela crítica e público de Cannes - há mesmo quem diga ser "melhor que o melhor de Eastwood".

Segundo o seu realizador, CHANGELING é «uma história de terror para adultos, não um conto direccionado a adolescentes sedentos de adrenalina», mas que procura dar um novo fôlego ao género ao «usar o amor materno como motor da narrativa». O desempenho de Angelina Jolie também é alvo de excelentes apreciações.

Aqui fica, como já vem sendo habitual, as melhores fotos da Reuters da premiére de CHANGELING:

A actriz e o realizador do filme mais consensual, até ao momento, da edição 2008 do Festival de Cannes
Angelina Jolie posa para os fotógrafos

Outra estreia relevante foi a tragicomédia TWO LOVERS, de James Gray [NÓS CONTROLAMOS A NOITE (2007)], com Joaquin Phoenix, Gwyneth Paltrow e Vinessa Shaw:

Gwyneth Paltrow à chegada da conferência de imprensa de TWO LOVERS
Os sugestivos calçados, respectivamente, de Gwyneth Paltrow e do realizador James Gray

NB: destaque para a exibição do documentário MARADONA, que embora não esteja na corrida pelo Grande Prémio do Júri, atraiu atenções pelas presenças do cineasta Emir Kusturica e de Diego Maradona.

Diego 'El Pibe' Maradona entretém os fotógrafos

2 comentários:

looT disse...

Acho que "Bird" foi apenas nomeado para a Palma de Ouro, mas não venceu.

Estou ansioso por ver esse "Changeling" Eastwood tem realizado filmes fantásticos.

Abraço

Sam disse...

Sim, Loot, tens razão.

BIRD ganhou o prémio de Melhor Actor e apenas foi nomeado para a Palma de Ouro.

Obrigado pelo reparo.

Cumprimentos cinéfilos.