sexta-feira, novembro 26, 2010

"What are your Oscar chances?" #1

[Nota Introdutória: estamos prestes a iniciar mais uma desenfreada época de prémios e galardões cinematográficos. Mote perfeito para o início de uma rubrica especial no Keyzer Soze's Place, onde se analisará, através de diversas perspectivas, a natureza e dimensão das chances dos títulos apontados como candidatos às principais nomeações nos Óscares relativos a 2010.]

A ORIGEM



Quando o mundo travou conhecimento, em meados de 2009, com o teaser trailer de A ORIGEM, o buzz positivo foi imediato e rumores acerca do seu potencial "oscarizável" começaram logo a circular, sobretudo por muitos ainda se recordarem do veto imposto pela Academia a O CAVALEIRO DAS TREVAS.

Sem surpresas, A ORIGEM foi um dos campeões do Verão cinematográfico de 2010, tanto a nível financeiro como crítico. Tendo em conta o alargamento para dez nomeados a Melhor Filme, tudo leva a crer que esta história sobre ladrões do inconsciente humano poderá figurar nesse lote.

Análise factual:

Desempenho de bilheteira: Ao contrário do anterior filme de Nolan, A ORIGEM demorou a recuperar o seu investimento de produção — cerca de 160 milhões de dólares(1) —, conseguindo, até à data, ser o quinto filme mais visto nos EUA (292 milhões de dólares em receitas(2)) em 2010 e arrecadando um lucro mundial na ordem dos 820 milhões(3).

Recepção crítica: A ORIGEM foi bem acolhido junto da imprensa especializada, a qual salientou o carácter inovador e perspicaz pde um filme assumidamente comercial. Contudo, críticas menos favoráveis assinadas por alguns notáveis levam a concluir que a ausência de consenso geral poderá influenciar as votações para os nomeados finais.

(4)

Avaliação de cenários:

Cenário provável: Com o sucesso de nomeações registado o ano passado por AVATAR e DISTRITO 9) no que se refere às principais categorias, o cinema de acção e ficção-científica pode ter-se afirmado, de vez, na Academia. E tendo em conta que são dez os elegíveis a Melhor Filme, existem fortes possibilidades de integrar esse grupo. A sua presença maciça nas categorias técnicas é quase garantida.

Cenário de sonho: Ser um dos principais vencedores da noite, conquistando o Óscar de Melhor Filme ou arrecadando todas as categorias técnicas em que estiver indicado. Por outro lado, se obtiver nomeações pouco conjecturáveis (Melhor Realizador, Melhor Argumento ou para alguma interpretação, sendo que Leonardo DiCaprio ou Marion Cotillard são as hipóteses mais viáveis), poder-se-à afirmar que A ORIGEM logrou um desempenho muito positivo.

Cenário a evitar: O seu posicionamento enquanto blockbuster ou a noção, para alguns, de que a narrativa é demasiado complexa são dois obstáculos que não podem ser ignorados. Nesse caso, poderá falhar a nomeação para Melhor Filme e só estar indicado num número escasso de categorias técnicas e/ou sair da cerimónia de mãos vazias.

--//--

Consideram que as hipóteses de A ORIGEM são maiores ou menores? Conseguirá DiCaprio "extrair" uma nomeação? A Academia não receará «sonhar um pouco mais alto»? Partilhem a vossa opinião.

3 comentários:

Anónimo disse...

Pela terceira vez adormeço ao tentar ver este filme ! Será contágio do enredo ?
JNAS

Sam disse...

JNAS, cuidado! Isso pode ser alguma tentativa de "inception" :)

Abraço.

O Projeccionista disse...

Eu nos Óscares prefiro seguir os conselhos de um célebre jogador de futebol que dizia que só fazia prognósticos no fim do jogo. Com 10 nomeados, número que considero um exagero, há diversos nomes que vão estar lá de certeza. Inception será um deles, mas deverá vingar apenas nas categorias mais técnicas. Há que esperar pela lista final para uma melhor análise.