domingo, maio 23, 2010

Festival de Cannes 2010 — Os Prémios



Tim Burton e restantes membros do Júri do 63º Festival de Cannes anunciaram, há poucas horas e durante a Cerimónia de Encerramento, os galardoados nas diversas categorias em Competição.



O "burburinho" que antecedeu a revelação acabou, na sua maioria, por se confirmar. O (cada vez mais) reputado Apichatpong Weerasethakul juntou a Palma de Ouro aos prémios anteriormente, nomeadamente o Prémio do Júri, em 2004, por TROPICAL MALADY e o Grande Prémio da «Un Certain Regard», em 2002, por SYNDROMES AND A CENTURY, pelo filme UNCLE BOONMEE WHO CAN RECALL HIS PAST LIVES, apontado pela crítica e espectadores como uma das experiências cinematográficas mais altas do presente festival, a que se acrescenta a aura fantástica que possui e capaz de ter agradado a Burton.

Os vencedores da edição de 2010 são:

  • EM COMPETIÇÃO — LONGA-METRAGEM


Palma de Ouro
UNCLE BOONMEE WHO CAN RECALL HIS PAST LIVES (Alemanha/Espanha/França/Reino Unido/Tailândia), de Apichatpong Weerasethakul.
Weerasethakul junto ao galardão mais cobiçado de Cannes.

Grande Prémio do Júri
DES HOMMES ET DES DIEUX (França), de Xavier Beauvois.
Beauvois saúda o público, após receber o seu prémio das mãos de Salma Hayek.

Prémio de Realização
Mathieu Amalric, por TOURNÉE (França).
Amalric acompanhado do 'fulgurante' elenco de TOURNÉE.

Prémio do Júri
UN HOMME QUI CRIE (Bélgica/Chade/França), de Mahamat-Saleh Haroun.
Haroun, junto de Asia Argento, é aplaudido pelo público.

Prémio de Interpretação Masculina
Javier Bardem, por BIUTIFUL (Espanha/México), de Alejandro González Iñárritu.

ex-aequo

Elio Germano, por LA NOSTRA VITA (França/Itália), de Daniele Luchetti.
Bardem e Germano felicitam-se, sob o olhar de Diane Kruger

Prémio de Interpretação Feminina
Juliette Binoche, por COPIE CONFORME, (França/Itália) de Abbas Kiarostami.
Binoche, durante o seu discurso de vitória, relembro o drama do cineasta iraniano Jafar Panahi.

Prémio de Argumento
Lee Chang-dong, por POETRY (Coreia do Sul), de Lee Chang-dong.

Palma de Ouro - Curta Metragem
CHIENNE D'HISTOIRE, (França), de Serge Avédikian.


Prémio FIPRESCI (Federação Internacional de Críticos de Cinema)
TOURNÉE (França), de Mathieu Amalric.


Prémio Ecuménico do Júri
DES HOMMES ET DES DIEUX (França), de Xavier Beauvois.


Menções Honrosas do Prémio Ecuménico do Júri
ANOTHER YEAR (Reino Unido), de Mike Leigh.


ex-aequo

POETRY (Coreia do Sul), de Lee Chang-dong.



  • UN CERTAIN REGARD


Prémio Un Certain Regard
HAHAHA (Coreia do Sul), de Sangsoo Hong.


Prémio do Júri
OCTUBRE (Espanha/Peru/Venezuela), de Daniel Vega e Diego Vega.


--//--

A lista completa dos laureados pode ser consultada aqui.

1 comentário:

Back Room disse...

Obrigado pelo acompanhamento.