domingo, novembro 28, 2010

"What are your Oscar chances?" #3

A REDE SOCIAL



Como o Facebook conseguiu dominar a vida de milhões de pessoas e entidades (o Keyzer Soze's Place não é excepção), a concretização em filme da história do seu nascimento constituiu um passo lógico.

Talvez pelo sucesso que envolve o referido site, assim como pelos seus próprios méritos, A REDE SOCIAL tornou-se num dos fenómenos obrigatórios para a compreensão do cinema de 2010 e, não surpreendentemente, apresenta-se bem posicionado para disputar os prémios da Academia.

Análise factual:

Desempenho de bilheteira: Com 89 milhões facturados no mercado norte-americano e, até à data, totalizando mais de 170 milhões a nível mundial(1), A REDE SOCIAL teve desempenho bastante positivo para uma obra orçada em 50 milhões de dólares(2).

Recepção crítica: Foi um dos filmes mais aclamados pela imprensa especializada — havendo quem tenha encontrado aqui o «melhor filme do ano» —, com 97% de aprovação no agregador de críticas do Rotten Tomatoes(3).

(4)

Avaliação de cenários:

Cenário provável: A REDE SOCIAL está bem encaminhado para ser um dos mais nomeados para a próxima cerimónia dos Óscares, estando quase garantidas as indicações para Filme, Realizador e Argumento Adaptado. Categorias técnicas como Fotografia, Montagem e Banda Sonora também se encontram bem "alinhavadas". O filme espreita, no mínimo, duas nomeações para categorias interpretativas, sendo que Jesse Eisenberg (Actor Principal) ou Andrew Garfield (Actor Secundário) são as hipóteses melhor elegíveis.

Cenário de sonho: Sem grande margem de dúvidas, ser considerado pela Academia como o Melhor Filme de 2010 e David Fincher o Melhor Realizador. A máquina promocional de A REDE SOCIAL não esconde o ensejo de querer ser a película mais premiada da noite, almejando a conquista do maior número de estatuetas.

Cenário a evitar: Se a Academia apenas prestar atenção às nomeações técnicas, tal pode ser encarado como uma derrota para A REDE SOCIAL. Mas a "obliteração" perante outros candidatos seria, definitivamente, o pior desfecho.

--//--

Consideram A REDE SOCIAL como candidato de peso? Haverão posts de congratulação ou de pesar no perfil deste filme no Facebook? Partilhem a vossa opinião.

Sem comentários: