quinta-feira, maio 26, 2011

#11



... segundo a opinião e palavras do Berto Carvalho, do blog PixelHunt:

1. 2001: ODISSEIA NO ESPAÇO
(1968, 2001: A Space Odyssey, Stanley Kubrick)



É provavelmente o filme mais marcante da minha vida, foi o que me fez ver o cinema com outros olhos e abriu portas para outro tipo de cinema que em miúdo obviamente não conhecia.

2. LARANJA MECÂNICA
(1971, A Clockwork Orange, Stanley Kubrick)



É o filme que marcou a minha adolescência. Vi-o numa altura em que começava a ganhar uma consciência politica e social e a sua mensagem teve forte impacto em mim.

3. ALIEN — O 8º PASSAGEIRO
(1979, Alien, Ridley Scott)



Gosto dos 4 filmes, mas incluo apenas o do Ridley Scott. É um dos pináculos de dois géneros distintos, ficção cientifica e terror (os meus géneros favoritos) e dono duma fenomenal atmosfera. É possivelmente um dos filmes que mais vezes vi.

4. O FABULOSO DESTINO DE AMÉLIE
(2001, Le fabuleux destin d'Amélie Poulain, Jean-Pierre Jeunet)



Pode não parecer mas sou um romântico, sempre que o vejo fico completamente embriagado de felicidade e esperança no mundo e nas pessoas. Para além disso identifico-me muito com o par protagonista.

5. A GUERRA DAS ESTRELAS (TRILOGIA ORIGINAL)
(1977, Star Wars: Episode IV - A New Hope, 1980, Star Wars: Episode V - The Empire Strikes Back, 1983, Star Wars: Episode VI - Return of the Jedi, George Lucas, Irvin Kershner, Richard Marquand)



É um conto de fadas nos confins do espaço. Star Wars é o escape perfeito do meu dia-a-dia e uma máquina do tempo para a minha infância quando ficava a ver as VHS riscadas da trilogia.

6. BLADE RUNNER — PERIGO IMINENTE
(1982, Blade Runner, Ridley Scott)



Mais um filme carregado de atmosfera e mais um dos exemplos máximos da ficção cientifica. O futuro retratado em Blade Runner é extremamente negro e depressivo, "infelizmente" também é muito (demasiado) realista.

7. OS FILHOS DO HOMEM
(2006, Children of Men, Alfonso Cuarón)



É um crime a forma como foi esquecido durante a época de prémios. É um retrato dum futuro assustadoramente semelhante ao nosso presente mas com uma bonita mensagem de esperança. Clive Owen tem uma performance dos diabos.

8. THE FOUNTAIN — O ÚLTIMO CAPÍTULO
(2006, The Fountain, Darren Aronofsky)



Sou um admirador do Darren e se calhar este nem é o seu melhor filme, mas conseguiu ter um impacto em mim que poucos filmes conseguiram, o seu clímax é das coisas mais arrebatadoras que já senti.

9. PULP FICTION
(1994, Pulp Fiction, Quentin Tarantino)



Ainda é o filme que melhor caracteriza o Tarantino e ainda é a sua obra-prima, mesmo tendo gostado dos seus filmes mais recentes. Quando o vi foi uma enorme lufada de ar fresco e são poucos que conseguem ter o mesmo impacto.

10. UM LOBISOMEM AMERICANO EM LONDRES
(1981, An American Werewolf in London, John Landis)



Sim, eu sei que é uma escolha pouco óbvia e tal mas bolas... eu adoro, ADORO o filme. Funciona maravilhosamente como comédia e terror e a cena da transformação é só um dos maiores momentos da história dos efeitos especiais.

--//--

Obrigado, Berto, pela tua participação!

8 comentários:

Nuno Pereira disse...

Bela lista!

Uma das listas que mais gostei de ver.

Surpreende-me o facto da inclusão dos Filhos do Homen e do Lobisomen Americano em Londres, no entanto concordo que são ambos fenomenais!

Jorge disse...

Também gostei da lista, diversificada o quanto baste e para todos os gostos. Retenho o 2001, Alien, Star Wars e Pulp Fiction como excelentes escolhas. E apesar de não adorar, reconheço o poder e a influência que Laranja Mecânica, Amélie, Blade Runner e The Foutain possam ter.

Com Children of Men é que não me identifico de todo, não gostei especialmente a quando o vi...e o An American Werewolf in London nunca vi (ver se colmato).

abraço

pixelhunt disse...

Estou a ver que Os Filhos do Homem dividiu bastante gente :)

Queria só dar os parabéns ao Samuel pelo convite e pela ideia desta rubrica.

pixelhunt disse...

Obviamente queria ter dito parabéns pela ideia e obrigado pelo convite.

Sofia disse...

Não conhecia o blog do Berto :(
Agora já conheço.

Por mim qualquer lista que envolva Pulp Fiction é boa. Ao acrescentar The Fountain torna-se muito boa.

Pedro Ponte disse...

Muita sci-fi e terror, dificilmente poderia desgostar desta lista. Depois, o AMÉLIE parece quase caído do céu aí e o CHILDREN OF MEN é apenas um dos filmes mais sub-valorizados da última década.

Cumps.

Sam disse...

Berto: eu é que ficarei eternamente agradecido pela tua participação.

Esta é, de facto, uma óptima lista — e OS FILHOS DO HOMEM, pessoalmente, não me divide :)

Obrigado a todos pelos comentários!

annastesia disse...

Lista muito boa! Interessante a escolha de The fountain. Que saber que a cada dia há mais pessoas que gostam do filme. Mas me identifiquei, em especial, com Blade Runner e Laranja mecânica (Alex!).